Programa aprendiz em bioconstrução

 

Programa aprendiz em bioconstrução

 

Entre os meses de abril e agosto de 2017 estaremos bioconstruindo a Casa Leon, uma casa ecológica em Alto Paraíso de Goiás, e abriremos vagas para aprendizes e voluntários, em imersões semanais de segunda a sexta feira, no intuito de viabilizar uma experiência prática para a capacitação em bioconstrução, formando novos bioconstrutores, com o suporte da equipe da Escola de Permacultura.

 

O programa aprendiz em bioconstrução não é um curso, não é mutirão e também não é um passeio turístico. É a oportunidade de participar, observar, interagir e aprender fazendo a bioconstrução com técnicas alternativas à construção convencional. É um programa vanguardista de educação ambiental e capacitação em bioconstrução fundamentado na permacultura e ecologia profunda.

 

A casa Leon foi projetada pelo Studio Canindé com colaboração da Escola de Permacultura, e em seus 70m²  trará um leque de soluções ecológicas, desde a utilização e manejo de materiais locais, execução das paredes em adobe e COB, montagem de estruturas e esquadrias em madeira, teto verde, sistemas de tratamento ecológico das águas, instalação de energia e aquecimento solar, utilização de materiais reciclados e tudo mais que acontece numa obra, em detalhes. Serão aplicados conceitos da permacultura e da bioconstrução, utilizando com consciência elementos naturais como o sol e o fluxo dos ventos, respeitando a vegetação nativa e a topografia do terreno, aproveitando materiais locais e também comprando os materiais necessários. A cada semana teremos novos colaboradores, bioconstrutores, permacultores e outros profissionais dando o suporte!

 

Contaremos também com o suporte técnico do mestre de obras Cândido, que tem mais de 50 anos de experiência na construção civil e é sem dúvidas um dos grandes mestres que encontramos nessa jornada, até hoje. Agradecemos muito pela presença dele e garantimos um alto desempenho no aprendizado  devido à carga de experiência e simpatia que ele traz!

 

Além de toda essa parte técnica e teórica, esta será uma vivência de muito trabalho, em um ambiente rústico e selvagem, onde constantemente o céu é cruzado por araras, papagaios e tucanos, com cachoeiras cristalinas, em homenagem ao sol e a terra, e agradecemos muito por viver isso e poder abrir essas vagas. Ahooo!

 

A cada semana abriremos apenas 3 vagas para aprendizes na bioconstrução e 1 para voluntários na cozinha, e o período inicia na segunda feira (horário de chegada livre) e termina na sexta feira as 16 horas. A alimentação é a melhor e mais saudável, e comemos todos juntos na mesma mesa, geralmente sentados no chão. A estadia será em camping, o banho é de cachoeira ou chuveiro, utilizamos banheiro seco (sem privadas e sem água para descarga). A noite fazemos fogueira e dormimos cedo, exaustos fisicamente porém espiritualmente fortalecidos, pois o trabalho na construção ativa nossa energia vital, resgatando a ancestralidade no nosso sangue e dando sentido à vida.

 

Público alvo

 

  • Estudantes e formandos em arquitetura, engenharia, permacultura, que queiram praticar e aprender as técnicas que conhecem dos livros e salas de aula;
  • Profissionais da área, estagiários ou amadores, interessados em construir utilizando conceitos sustentáveis;
  • Atletas em fase de condicionamento físico, que procurem um exercício intenso e mental fora da academia;
  • E todos aqueles que pretendem fazer suas próprias reformas e consertos em suas casas!

 

O que é bioconstrução

 

A bioconstrução é uma forma de empoderamento através do resgate dos conhecimentos ancestrais, para suprir nossa necessidade de uma habitação saudável e harmônica com o meio ambiente, baseado na observação dos padrões da natureza e no aproveitamento dos materiais disponíveis no local, poupando recursos e energias, respeitando o planeta e a vida na terra, e nos capacitando a fazermos nossas próprias casas.

 

Fundamentos da bioconstrução

 

Entendemos como fundamentos da bioconstrução, e trabalhamos seguindo os seguintes conceitos em busca da sustentabilidade deste projeto:

 

  • Utilização de materiais naturais;
  • Mínimo impacto ambiental;
  • Geração da sua própria energia;
  • Adequação de técnicas alternativas à realidade do local da obra;
  • Aproveitamento dos fluxos naturais, como o sol, a direção do vento, e das chuvas;;
  • Tratamento das águas servidas;
  • Produção de alimentos;
  • Design ecológico, inteligente e eficiente;
  • Uso consciente do cimento e ferro;
  • Autoconstrução, onde os próprios habitantes se capacitam e constróem suas casas.

 

A bioCONSTRUÇÃO

 

Este projeto trata da bioconstrução da casa Leon, e após diversas experiências e tentativas de metodologias, percebemos a dificuldade de agendar as fases da obra de forma antecipada a ponto de cumprir com a programação após algumas semanas de trabalho. Por isso, definimos que a metodologia deste programa não é como um curso com programação fechada e agendada previamente, e sim uma vivência de aprendizado em bioconstrução e permacultura, em que informaremos semanalmente a fase atual em que a obra está, e a PREVISÃO dos próximos passos, onde o aprendiz deve se organizar para participar no momento de sua preferência, e separamos entre as seguintes fases: a) FUNDAÇÃO, b) ADOBES, c) ESTRUTURAS DE MADEIRA, d) TETO VERDE, e) PINTURA E REBOCO ECOLÓGICO, f) CARPINTARIA SUSTENTÁVEL, g) SISTEMAS ECOLÓGICOS DE SANEAMENTO BÁSICO, h) PISO DE CIMENTO QUEIMADO, lembrando que algumas tarefas ocorrem simultaneamente às outras, em diferentes frentes de trabalho, cada uma acompanhada por um bioconstrutor ou facilitador com experiência na tarefa.

 

Atualmente estamos na fase da FUNDAÇÃO (com previsão de término até o início de junho), então o trabalho tem sido principalmente com cimento, areia, água, pedras, vergalhões, arames, e tábuas, e as ferramentas principais dessa fase são a enxada, pá, carrinho de mão, baldes, betoneira; na semana do dia 15 de maio iniciaremos a montagem das fôrmas de madeira para construir as vigas da fundação, coordenados pelo mestre de obras Cândido, que é muito caprichoso e está tocando com perícia essa obra. Serão aproximadamente 15 dias entre a montagem das fôrmas, amarração das ferragens das vigas, montagem das pedras da fundação e concretagem.

 

Após o término da fundação, na próxima fase, estaremos fabricando os ADOBES e simultaneamente abriremos uma nova frente de trabalho para fixar as estruturas dos pilares de madeira; enquanto os adobes secam e “curam”, vamos fazendo o contrapiso. Depois vamos colocar os adobes nas paredes, e terminar as estruturas do telhado; ao fim das estruturas, montaremos o teto verde e o telhado. Pode parecer simples, mas existe muito trabalho e funções intrínsecas a cada uma dessas fases, por isso preferimos não deixar previamente agendado para que não haja frustrações com a alteração da programação.  Pretendemos nos próximos dias lançar uma tabela com a lista das tarefas e as datas PROVÁVEIS que elas aconteçam. Contamos com a compreensão de todos de que essa é uma metodologia experimental, e mesmo que você não venha na fase que pretende, garantimos um alto nível de aprendizado tanto na bioconstrução como em permacultura e no convívio em comunidades intencionais.

 

Estada

 

A estada é em camping, com uma vista privilegiada do cerrado nativo e preservado, e cada participante deve trazer sua barraca, com saco de dormir ou colchonete para dormir confortável, edredom, cobertor (faz frio a noite). O banheiro é modelo banheiro seco, com privacidade e conforto, mas sem água na descarga.

 

Alimentação

 

A alimentação será ovo lacto vegetariana, servida três vezes ao dia, café da manhã, almoço e lanche no fim da tarde. Contamos com a ajuda de todos na limpeza e harmonização da cozinha após as refeições. Recomendamos trazer laricas, granolas, sementes, frutas desidratadas, biscoitos para compartilhar a noite nas fogueiras.

 

Contribuição

 

Para mantermos esse fluxo de energia ativo, as panelas cheias, cobrir os custos de manutenção do projeto e os transportes dos profissionais envolvidos, compartilhamos essa responsabilidade e sugerimos uma contribuição de no mínimo 90 (noventa) reais por dia, totalizando 450 reais pelo período de segunda a sexta feira (cada 5 dias).

 

Estimulamos a economia solidária e a transparência nas relações, por isso  trabalhamos com planilhas abertas, explicando como é feita a precificação do evento e destinação dos recursos, sendo o investimento diário mínimo de 30 reais para alimentação, 30 reais para a manutenção da escola, e 30 reais para ser dividido entre os facilitadores e profissionais. < contribuição MÍNIMA de 90 reais por dia*

 

* A contribuição mínima é suficiente apenas para viabilizar a realização da vivência *

 

Dedicamos nossas vidas exclusivamente para fazer esse projeto acontecer e hoje temos a segurança de estar fazendo o melhor dentro das nossas possibilidades, oferecendo experiências únicas de aprendizado, autoconhecimento e cura através da reconexão com a natureza em um mergulho profundo na ecologia e sustentabilidade.

 

Ao contribuir, você está fortalecendo a causa ecológica e colaborando para melhorarmos na prestação de nosso serviço! Agradecemos muito, de coração! E deixamos expresso que nossos objetivos são grandes na missão de permaculturar as pessoas e o planeta! Aho!

 

A data de chegada dos aprendizes será nas segundas feiras a partir das 8 da manhã, e a despedida nas sextas, até as 16 horas. Nos finais de semana fazemos outros serviços externos e por isso encerramos na sexta um pouco mais cedo a obra. Os aprendizes que queiram conhecer a chapada devem se programar, já que aqui não há transporte público, dependendo de combinar caronas pois tudo aqui é distante: é necessário carro para chegar nos locais. Caso pretenda passar o final de semana na Escola ou continuar trabalhando conosco, entre em contato previamente para organizarmos essa estada no período além da programação.

 

✍ Para participar, você deve preencher a FICHA DE INSCRIÇÃO >>  << e fazer a transferência ou depósito na conta informada no fim do cadastro.

 

Equipe

 

Daniel Calfa

Maria Clara Silva

Guilherme Guimarães

Raphael Secchin

Juno Rocha

Mestre Cândido

Camilo Martinez

Elias Machado

 

Períodos abertos

 

 

 

 

 

 

 


 

TERMOS FINAIS

 

TERMO DE RESPONSABILIDADE
Ao inscrever-se e pagar a taxa de participação, você está concordando com os termos de responsabilidade, autorização do uso de imagens, e politica de cancelamento e devolução.

AUTORIZAÇÃO DE USO DE IMAGENS

As imagens e filmagens feitas no evento podem ser utilizadas pela Escola de Permacultura para divulgação e outros fins não comerciais. Caso você não se sinta confortável ou não autorize o uso da sua imagem, informe na hora da chegada, e também aos fotógrafos durante o evento.
POLÍTICA DE CANCELAMENTO E DEVOLUÇÃO
No caso de cancelamento da vivência por parte da Escola de Permacultura, até 72 hs antes do evento, todo o valor pago será devolvido.

Caso haja desistência por iniciativa do inscrito até 15 dias antes do início das aulas, será devolvido 60% do valor pago na inscrição devido aos custos operacionais e administrativos do evento;

Caso haja desistência por iniciativa do inscrito nos 14 dias antes do início das aulas, será devolvido 30% do valor pago na inscrição.

Aquele que não nos comunicar da desistência ou cancelamento até o início do evento, não terá direito à restituição financeira.

Contamos com a compreensão de que temos vagas limitadas e que os recursos gerados são utilizados para viabilizar o evento.

——-

Recomendamos a leitura do programa aprendiz e programa voluntários para o conhecimento do nosso ponto de vista, das rotinas da escola, do que esperamos dos participantes e do que oferecemos para o aprendizado.

http://bit.ly/2kHghKn voluntários
http://bit.ly/2lqgjpS cozinha sustentável
http://bit.ly/2lrhAwV programa aprendiz
http://bit.ly/2lhcDXC permaquem?
http://bit.ly/2pYEahJ introdução a permacultura
https://www.facebook.com/escola.permacultura/photos/?tab=album&album_id=1593545460921653 PDFS para download

——–

Conta para deposito:

BANCO SANTANDER
AGÊNCIA: 4717
CONTA CORRENTE: 01.058249.2
MARIA CLARA CHARLES SILVA
CPF: 137.140.357-02